Iges realiza 504 mil atendimentos nutricionais na pandemia

Dia do Nutricionista é comemorado com outra marca expressiva: 8.600 refeições são servidas na rede de saúde administrada pelo instituto

Iges realiza 504 mil atendimentos nutricionais na pandemia

Em 18 meses de pandemia, o Hospital de Base (HBDF) e o Hospital Regional de Santa Maria realizaram 504 mil atendimentos nutricionais entre março de 2020 e agosto de 2021, em média 28 mil procedimentos por mês. Com essa marca, o Instituto de Gestão Estratégica de Saúde (IGESDF), que administra essas unidades, prestou homenagem ao Dia do Nutricionista, comemorado nesta terça-feira (31). O balanço foi apresentado pelas nutricionistas Luciana Barros Almeida Rocha e Sarah Viegas, respectivamente chefes do Serviço de Nutrição do HBDF e do HRSM. No Hospital de Base, segundo Luciana Rocha, desde o início da pandemia foram realizados 270 mil atendimentos nutricionais, com média de 15 mil procedimentos por mês, trabalho executado por 36 nutricionistas. Já o Hospital de Santa Maria realizou no mesmo período 234 mil atendimentos, registrando a média de 13 mil procedimentos por mês, feitos pela equipe de 23 nutricionistas, conforme Sarah Viegas. O Serviço de Nutrição desses hospitais oferece as seis etapas essenciais para a recuperação nutricional dos pacientes: triagem, avaliação, diagnóstico, intervenção, monitoramento dos resultados e reavaliação. O atendimento, porém, é prolongado mesmo depois que o paciente ganha alta nutricional. Neste caso, ele recebe a relação de alimentos da dieta que deverá seguir após a alta e ainda passa a ter acompanhamento nutricional nos Ambulatórios desses hospitais. “Estamos mantendo essa rotina desde o início da pandemia”, destacou Luciana Barros Almeida Rocha. “Mesmo diante do risco da covid-19, não paramos em nenhum momento de atender pacientes internados”, acrescentou Sarah Viegas. Para elas, o alto número de procedimentos nutricionais realizado nesse período reflete a dedicação dos profissionais em lutar para salvar vidas. Produção de refeição A equipe de nutrição do IGESDF tem outra importante missão: fiscalizar a qualidade das refeições produzidas e servidas por empresa terceira aos dois hospitais e às seis UPAs administradas pelo instituto. Por dia as unidades são abastecidas com cerca de 8.600 refeições, sendo 5.000 distribuídas para o Hospital de Base, 2.400 para Santa Maria e 1.200 para as seis UPAs. “As refeições são preparadas durante 24 horas e em todos os dias”, informou a chefe do Núcleo de Nutrição e Produção, Ana Cecília Nunes da Silva, que comanda a fiscalização da alimentação destinada ao Hospital de Base. Segundo ela, rigorosos padrões sanitários devem ser seguidos para garantir a qualidade do alimento e evitar desperdício. “Para isso, acompanhamos de perto todo o processo produtivo”, garante. Um batalhão de 64 técnicos em nutrição atua em todas as fases do atendimento nutricional da rede do IGESDF. Um grupo fiscaliza a qualidade da produção das refeições, outro na distribuição dos pratos e ainda há equipes que prescrevem a alimentação de acordo com o quadro clínico de cada paciente. “Além disso, há nutricionistas responsáveis por elaborar o cardápio”, ressaltou Niedja Bartira Rocha Nogueira, gerente multiprofissional do HB. Segundo ela, as refeições são padronizadas para atender ao maior número de pacientes, mas a equipe de nutricionista procura respeitar características e peculiaridades de cada paciente. Há pacientes que, por exemplo, não podem comer determinado alimento porque a comida provoca alergia, enquanto outros recusam o prato por questões religiosas ou culturais. Para Juliana Siqueira, chefe de Produção do Hospital de Santa Maria, todos os procedimentos e cuidados para garantir a qualidade das refeições são importantes, uma vez que os pratos servidos também ajudam a salvar vidas. Texto: Thaís Umbelino/Ascom IGESDF Fotos: Davidyson Damasceno/Ascom IGESDF Atenciosamente, Horário de atendimento à imprensa: Segunda a sexta-feira: das 7h às 18h