DJ Ivis é preso no Ceará por agredir ex-mulher, afirma governador do estado

Vídeos publicados pela ex-companheira do artista mostram agressões contra a mulher. A polícia do estado cumpriu determinação da justiça. A prisão é preventiva

DJ Ivis é preso no Ceará por agredir ex-mulher, afirma governador do estado

Vídeos publicados pela ex-companheira do artista mostram agressões contra a mulher. A polícia do estado cumpriu determinação da justiça. A prisão é preventiva Td Talita de Souza (crédito: Reprodução/Instagram @Djivis) Acusado de violência doméstica pela ex-companheira Pâmella Holanda, no último domingo (11/7), DJ Ivis foi preso preventivamente em Fortaleza, no Ceará, no fim da tarde desta quarta-feira (14/7). A informação foi confirmada pelo governador do estado, Camilo Santana, pelas redes sociais. A prisão cumpre decreto expedido pela Justiça após solicitação da Polícia Civil, na quarta-feira (13/7). “Que responda pelo crime cometido”, disse o governador no anúncio. No domingo (11/7), Pâmella Holanda divulgou, nas redes sociais, gravações das agressões que sofreu na casa onde morava com o artista. Os registros foram feitos pelas câmeras de segurança da residência. Em uma das cenas, Ivis agride a mulher quando ela vai amamentar a filha. Pâmela vai até a filha, na sala, amamentá-la e o cantor começa a agredi-la com uma blusa. Depois, ele sai e retorna puxando o cabelo dela e desferindo tapas e murros. As agressões começaram meses antes de Mel nascer e Pâmella afirma não ter denunciado a conduta criminosa por medo, além de receio de ser desacreditada. Com as filmagens em mãos, ela tornou a violência pública. Após a divulgação dos vídeos, o artista comentou as agressões também nas redes sociais. Ele confirmou as agressões e disse que era vítima de chantagem. “Nada vai justificar a reação que eu tive, mas não aguentava mais ameaças”, disse. O dj também compartilhou um boletim de ocorrência em que acusa Pamella de agressão. No documento, registrado em março, ele afirma que a mulher “ameaça se jogar do condomínio e sumir com a filha menor”. Antes da prisão, o artista foi demitido da produtora que cuidava da carreira dele, a Vybbe.