Jovem é estuprada por seis homens em Águas Lindas; subtenente da PMDF foi preso

A vítima relatou que estava em uma festa dentro de uma casa quando teria sido ameaçada com uma arma e obrigada a entrar no quarto. Ela foi abusada sexualmente durante toda a madrugada

Jovem é estuprada por seis homens em Águas Lindas; subtenente da PMDF foi preso

Darcianne Diogo  (crédito: Divulgação/ CBMGO) (crédito: Divulgação/ CBMGO)

Uma jovem, 25 anos, foi vítima de estupro coletivo no sábado (9/10), no Setor 1 de Águas Lindas de Goiás (GO) — distante cerca de 50km de Brasília — durante uma festa que ocorria em uma casa. A mulher, que relatou ter sido ameaçada e violentada por seis homens, conseguiu fugir e pedir ajuda. Três suspeitos foram presos em flagrante. Um dos detidos é um subtenente do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) do Distrito Federal. A vítima narrou aos populares que a socorreram que estava em uma festa em uma casa no município goiano quando foi ameaçada com uma arma de fogo e obrigada a entrar em um dos quartos da residência. Durante toda a madrugada, a jovem foi abusada sexualmente. Na manhã de sábado (9/10), ela teria aproveitado um momento de descuido dos agressores, vestido a camiseta de um dos suspeitos, que era do policial militar e conseguido fugir para pedir ajuda. Os policiais militares do Estado de Goiás foram acionados e se deslocaram até o endereço onde supostamente teriam ocorrido os fatos. Os seis homens foram identificados e conduzidos até a 17ª Delegacia Regional de Águas Lindas. O Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBM-GO) atendeu a jovem e a encaminhou até o Hospital Municipal Bom Jesus. Como consta na ocorrência policial da Polícia Militar (PMGO), os policiais conversaram com a vítima na unidade de saúde após ela ter sido atendida e medicada. Depois, os policiais a levaram até à DP para reconhecimento. Reconhecimento Na unidade policial, a vítima reconheceu três dos seis suspeitos, incluindo o subtenente da PMDF. O Correio apurou que a arma utilizada para ameaçar a vítima era do policial militar. O armamento foi recolhido pela autoridade de polícia judiciária, pois o mesmo não apresentou o registro e nem o porte de arma. A jovem foi encaminhada ao Instituto de Medicina Legal (IML) para a realização de exames. Em vídeo obtido pela reportagem em parceria com a TV Brasília, a jovem aparece sentada em uma calçada e desnorteada. Populares que acompanharam o caso ajudaram a moça, que foi socorrida e colocada na ambulância. A reportagem entrou em contato com a PMDF. Em resposta, a corporação afirmou que aguarda a conclusão do inquérito para dar prosseguimento às apurações. A Polícia Civil de Goiás (PCGO) informou que, por volta da 10h30 de sábado (9/10), prendeu em flagrante três suspeitos de cometer o crime: Thiago de Castro Muniz, 36; Daniel Marques Dias, 37; e Irineu Marques Dias, 44, o policial militar envolvido no caso. Os três demais ainda não foram identificados. A reportagem tenta contato com as defesas dos acusados. Tags